West CS: 5 razões para usar um controlador de temperatura ao invés de um CLP

West CS: 5 razões para usar um controlador de temperatura ao invés de um CLP0

Controladores lógicos programáveis (CLPs) e controladores de temperatura podem oferecer funções semelhantes para controle de processos de fabricação. Garantem qualidade consistente e minimizando o erro do usuário.

Dispositivos de controle de processo existem sob diversos formatos desde pelo menos o Século 17, como reguladores de temperatura em fornos. Mais tarde nos Séculos 18 e 19 como reguladores em máquinas a vapor, válvulas de caldeira e outros sistemas mecânicos.

O CLP é uma ferramenta mais moderna que surgiu como resultado do aumento da automação de fábrica no século 20,
particularmente desde a década de 1970. Antes disso, a mesma função era exercida por uma série de componentes mecânicos que eram dispendiosos de instalar e reparar e complicados de substituir quando as operações de fábrica eram modificadas. Por exemplo, se uma linha de produto fosse atualizada. No entanto, apesar de muitas semelhanças nas suas funções pretendidas, existem diferenças substanciais na sua configuração, programação e aplicação que muitas vezes significa que um controlador de temperatura é uma solução mais eficiente e prática em relação ao CLP.

1. Custo

CLPs foram projetados para controlar várias tarefas e trabalhar com uma grande variedade de máquinas, o que tende a torná-lo ser mais caro. Por estarem preparados para controlar uma ampla gama de aplicações. Em muitos casos, um CLP deverá ser dedicado para o controle de temperatura, resultando em uma despesa elevada para recursos. E capacidades que simplesmente não são relevantes para um monte de processos.
Como os controladores de temperatura têm uma tarefa mais específica para lidar, eles geralmente têm um preço associado à compra e instalação. Controladores de temperatura também incluem uma

Os controladores de temperatura têm várias vantagens sobre os CLPs para controle de processo.
Os controladores de temperatura têm várias vantagens sobre os CLPs para controle de processo.

gama de características, mas todas elas são específicas para aplicações de temperatura e agregam valor por um controle mais eficiente.

 

2. Configuração

Tal como acontece com o custo, como CLPs são destinados a ambientes com múltiplas tarefas, eles exigem habilidades de programação especializada e um investimento de tempo considerável para desenvolver uma solução para atender aos requisitos da aplicação. Considerando que um controlador de temperatura pode ser instalado, a configuração será otimizada (no caso de controladores PID). E relativamente rápida mesmo com experiência mínima.
Muitos controladores de temperatura estão disponíveis para montagem em painel, o que significa que eles estão ligados ao painel frontal da máquina com uma tela visível através da qual pode ser configurado, muitas vezes em apenas alguns minutos por alguém com conhecimentos básicos de engenharia. Dada a complexidade dos CLPs, em muitos casos pequenas alterações não são possíveis, pois eles geralmente são montados em um rack na parte traseira do painel e não têm display próprio, em vez disso, exige uma IHM separada (que também requer configuração).

3. Funcionalidade

Os controladores de temperatura são especificamente projetados para o manuseio de determinados processos industriais e portanto incluem recursos, saídas e opções de controle diretamente relacionados a esses processos. Por exemplo, algoritmos específicos destinados a aplicações que exigem o controle de Motor de Válvula (VMD).

Os CLPs podem ter características limitadas de controle de temperatura devido à necessidade de funções em uma ampla gama de funções de fabricação e automação. Como resultado, enquanto os CLPs podem gerenciar tarefas básicas de controle de temperatura, eles não se destacam como um controlador de temperatura dedicado. Além disso, devido ao manuseio de sinais analógicos, o controle de temperatura pode ser muito exigente em recursos de um microprocessador.

Um controlador de temperatura é projetado para lidar com esses requisitos, porém se um CLP não puder lidar com as demandas específicas do processo, isso não será conhecido até que o sistema seja testado. Um CLP que não atende as exigências da aplicação seria lento em responder às mudanças no processo que levando a picos de temperatura e atraso, o que afetará negativamente a qualidade do produto.

4. Display

Controladores de temperatura estão disponíveis em vários tamanhos e níveis de sofisticação, e como dispositivos montados em painel, de modo que o status do processo pode ser visto de relance junto com quaisquer alertas ou alarmes que exigem a atenção de um operador. CLPs não costumam apresentar uma interface direta e ao invés disso exigem uma IHM separada para ser instalada ao lado.

"<yoastmark

Uma IHM pode exibir as informações de processo necessárias. Mas muitas vezes também mostra uma gama muito mais ampla de dados relacionados a outras tarefas que o CLP gerencia. O que significa que os controladores de temperatura montados em painel oferecem um benefício claro. Ao ter uma visão específica do processo onde todos as informações estão facilmente disponíveis e os ajustes podem ser feitos rapidamente.

Muitos controladores de temperatura oferecem adicionalmente a capacidade de registro de dados que pode ser usada para rever mudanças de processo anteriores e sinalizar problemas potenciais.

5. Precisão

Os controladores de temperatura fazem parte de uma malha de controle fechado. Controla ativamente o valor do processo em relação ao setpoint e ajusta o nível de potência conforme necessário.

Muitos controladores possuem algoritmos PID com funcionalidade de auto-ajuste que permitem que eles sejam configurados rapidamente. Significa que eles manterão um valor de processo com desvio mínimo do setpoint. Isto inclui o ajuste para quaisquer mudanças inesperadas do processo ou interrupções. Por exemplo uma porta do forno que está sendo aberta. Isso é essencial para manter uma qualidade consistentemente. Alta do produto e reduzir a chance de um lote de produção ruim.

Os CLPs terão às vezes a funcionalidade de PID, mas ao contrário dos controladores de temperatura ele será muitas vezes limitado. Ou pode exigir a sintonização manual por um engenheiro. Que leva mais tempo para programar e acrescenta um risco de erro humano.

Conforme explicado acima, as demandas do processador de controle de temperatura podem ser elevadas. E desafiadoras para um CLP gerenciar junto com outras tarefas. O que pode impactar negativamente o tempo de resposta às mudanças de processo. E resultar em uma precisão menor do que seria alcançado com um controlador de temperatura dedicado.

Os controladores de temperatura têm várias vantagens sobre os CLPs para controle de processo. Eles são mais rápidos de instalar e configurar, mais rápido e mais fácil de operar. Têm recursos dedicados ao controle de temperatura e uma vez que são projetados especificamente para controle de temperatura. Podem lidar com as exigências particularmente altas de gestão de um processo.

Quando um sistema requer uma automação considerável que está além do escopo de um controlador de temperatura. Então um CLP é a solução lógica, no entanto, é sensato incluir controladores de temperatura dedicados. Como parte do sistema para combater as falhas do CLP no controle de temperatura.

Isto permitirá utilizar a gama de características específicas de controle de temperatura e reduzir a busca no CLP. O que pode levar a uma resposta lenta e maior desvio do valor de referência. Ajudando a garantir a qualidade do produto.

Sobre a Controladores WEST

Controladores WEST é uma das empresas operacionais Specialty Product Technologies, Grupo Fortive, do qual também fazem parte a Veeder-RootDynaparHengstlerAnderson-Negele, entre outras.

Possui fábricas no Reino Unido e Alemanha. Conta com assistência técnica local e 3 anos de garantia para todos os produtos.

Para entrar em contato, ligue +55 11 3616-0150 ou envie um e-mail para atendimento@sptech.com. Acompanhe outras notícias também no Diário da Automação.

Texto original (inglês)

Texto original (português)

Related Post

West 6100+: Como configurar? Baixe o manual/tutorial em português

29 de outubro

Baixe o manual/tutorial em português do WEST 6100+ e faça a programação rapidamente Buscando por...

Controlador WEST P6100: Suporte, Manual em Português e Cotações

29 de setembro

Precisa de suporte para utilizar o Controlador WEST 6100? Neste página você poderá encontrar...

Conheça os diversos tipos de Setpoint em controle de temperatura

5 de março

Setpoint é o valor alvo no qual um controlador de temperatura tenta manter a...

Deixe uma resposta