Conheça os diversos tipos de Setpoint em controle de temperatura

Conheça os diversos tipos de Setpoint em controle de temperatura0

Setpoint é o valor alvo no qual um controlador de temperatura tenta manter a variável de processo. Isto pode ser conseguido ajustando a potência de saída de controle (a variável de correção).

Os controladores têm um setpoint local e às vezes remoto, ou outros setpoints alternativos. Os valores de setpoint são limitados pela faixa de entrada do instrumento e quaisquer limites de setpoint.

Setpoint Remoto (RSP) Remote Setpoint

Um sinal de setpoint remoto analógico pode ser usado para ajustar o valor do setpoint efetivo, como uma alternativa ao uso de setpoints locais introduzidos manualmente. Um controlador com setpoint remoto tem uma segunda entrada auxiliar que pode aceitar um sinal de mA ou VCC (ou em alguns casos, potenciômetro ou sinal mV) que pode ser escalado e usado como fonte de setpoint. Os usos típicos para entradas de setpoint remotas são setpoint de multizonas e aplicações de mestre e escravo e em escravos de controle de cascata.

>> Controladores de Temperatura customizados para você: conheça o compromisso West

Setpoint Alternativo Alternative Setpoint

Alguns controladores podem ter várias fontes de setpoint. Geralmente há um setpoint local e um ou mais setpoints alternativos. Os setpoints alternativos podem ser pontos de ajuste locais adicionais ou uma entrada de setpoint remota na entrada analógica auxiliar. A seleção da fonte de setpoint pode ser feita através do menu do instrumento ou de uma entrada digital. Apenas um ponto de ajuste pode ser escolhido como ativo de cada vez.

Setpoints Ativos Active Setpoints

O termo Setpoint Ativo é usado para descrever o setpoint selecionado atualmente no controlador. Alguns controladores podem usar um setpoint local principal ou um setpoint alternativo. O setpoint alternativo pode ser outro setpoint local ou um setpoint remoto enviado de um dispositivo externo. Apenas um setpoint pode estar ativo por vez.

Nos controladores que incorporam o recurso Profiler/Programador, o valor de setpoint ativo é controlado pela função profiler quando um programa de perfil está ativo.

Setpoint_setup_on_temperature_controllersSeleção de setpoint Setpoint Selection

Se um controlador tiver mais de uma fonte de setpoint disponível, o usuário pode escolher se o setpoint principal ou alternativo estará ativo. Geralmente, a escolha é feita através de um parâmetro “setpoint select” no menu, ou através de uma entrada digital ou por um comando dado por um link de comunicação serial.

Entrada Auxiliar Auxiliary Input

Trata-se de uma entrada analógica extra que pode ser usada além da entrada do processo principal. Isto pode fornecer funções como setpoints remotos, medição da corrente do aquecedor ou indicação da posição da válvula. Tipos de sinal típicos são mA, mV, VCC ou Potenciômetro. Estes sinais são dimensionados para representar a entrada desejada nas unidades de engenharia apropriadas.

Por exemplo, um sinal de 4 a 20 mA pode ser escalado diferente.  Por exemplo, de modo que 4mA seja igual a 0,0% de UR e 20mA igual a 100,0% de UR.

Limites de setpoint Setpoint Limits

Os limites de setpoint são o valor mínimo e máximo permitido para o setpoint do controlador. Os setpoints são sempre limitados pelo intervalo de entrada. Alguns modelos têm a facilidade de restringir ainda mais o setpoint.

Esses limites devem ser definidos para manter o valor de referência acima ou abaixo de qualquer valor que possa causar danos ao processo.

Rampa de Setpoint Setpoint RampingSetpoint-ramping

Muitos controladores têm a facilidade de ter uma função de rampa em seu setpoint efetivo para o valor final final em uma taxa predefinida.

Quando o ponto de ajuste atinge o topo da rampa, um “período de imersão” começa onde o ponto de ajuste é mantido nesse valor.

Alarme de desvio é freqüentemente usado com esse recurso para verificar se o processo está seguindo de perto a rampa.

A rampa protege um processo de mudanças rápidas no setpoint. O choque térmico resultante de como o controlador tenta forçar a variável de processo a segui-lo.

Mais detalhes

Isso é especialmente útil se houver um corte de energia. Ele orienta a elevação de volta ao ponto de referência de destino quando a energia é restaurada.

Se você definir a taxa de rampa para 600°/H e o setpoint para 400°C, e a temperatura atual é de 100°C no momento do startup, o setpoint efetivo começa a 100° e sobe 400° a 600° C por hora . Um processo semelhante ocorre quando se volta ao modo automático a partir do controle manual.

A implementação exata da rampa de setpoint varia de acordo com o modelo do controlador. Alguns implementam uma rampa sempre que o valor de setpoint é ajustado. Outros apenas quando o setpoint ativo é alterado (por exemplo, do setpoint local 1 ao setpoint local 2).

Também alguns modelos têm um tempo ajustável para a imersão, após as saídas de controle serem desativadas. Outros têm um mergulho indefinido após a rampa.

Quer saber mais? Assista Ian Parnell, Chefe de Suporte Técnico da West falando sobre setpoint ramping  (em inglês).

Publicado originalmente por Chloe Garrett-Dyke, em Jul 6, 2015 2:17:17 PM

 

Sobre a Controladores WEST

Controladores WEST é uma das empresas operacionais Specialty Product Technologies, Grupo Fortive, do qual também fazem parte a Veeder-RootDynaparHengstlerAnderson-Negele, entre outras.

Possui fábricas no Reino Unido e Alemanha. Conta com assistência técnica local e 3 anos de garantia para todos os produtos.

Para entrar em contato, ligue +55 11 3616-0150 ou envie um e-mail para atendimento@sptech.com. Acompanhe outras notícias também no Diário da Automação.

Related Post

O que é Controle PID? Entenda o funcionamento e veja exemplos

12 de março

É o controle de temperatura utilizando PID, sigla para Proporcional, Integral, Derivativo. O controle...

Controlador WEST P6100: Suporte, Manual em Português e Cotações

29 de setembro

Precisa de suporte para utilizar o Controlador WEST 6100? Neste página você poderá encontrar...

Como identificar o melhor controlador de temperatura para minha aplicação?

10 de junho

O melhor controlador de temperatura é aquele que se adapta a sua aplicação, oferecendo...

Um comentário

  1. Relés de Estado Sólido (SSR) West: saiba mais sobre eles – West Controladores e Indicadores | Especialista em controle de temperatura says:

    […] >>O que é setpoint? Conheça os diversos tipos >>Baixe o tutorial de programação do WEST 6100 e faça a programação facilmente […]

Deixe uma resposta